segunda-feira, 18 de junho de 2018

Depoimento da aluna Luciana Donato Primo – 1º Período de Direito



Quando o professor me convidou para escrever a respeito da minha experiência com o projeto, o trabalho e ação social desenvolvida para disciplina de Psicologia aplicada ao direito, aceite, mas depois percebi que não seria fácil abordar os aspectos a respeito de algo que envolve trabalho em equipe (pessoas com vários pontos de vistas, prioridades e vivencias diferentes umas das outras), bem desafiador.

Para realização da ação social, do trabalho e projeto escrito, optamos por divisão de tarefas e responsabilidades dentro do grupo, o que não foi nada fácil, e ainda cumprir com as metas estabelecidas pelo professor. Trabalho em grupo requer sabedoria e muita paciência, pois nem sempre conseguimos o envolvimento de todos os componentes do grupo. Felizmente, decidir colocar em prática um plano B (sempre temos que ter um) e com muita determinação conseguimos realizar um ótimo trabalho.

Não se tratava apenas de uma questão de nota e avaliação, mas de fazer o melhor, superar as expectativas. Levar informações relevantes a todos da turma. Visitei instituições e órgãos envolvidos no tema da terceira idade em Imperatriz-MA (Secretaria de Desenvolvimento Social, Casa do idoso, Lar São Francisco e o IBGE). Pesquisei informações a nível Brasil e relevantes no contexto de expectativa e estimativa de vida (o que tinha de inovador em pesquisa e reportagens dentro e fora do país), consultei leis e exemplos de vida ativa e produtiva na terceira idade. A meu ver, informações que fizessem diferença no conteúdo do que seria apresentado em sala de aula.

A ação social foi realizada dia 16 de maio, e só foi possível realiza-la com envolvimento também de várias pessoas de fora do grupo. Pessoas que abraçaram a causa com doações de alimentos, fraldas e doações de um pouco do tempo para passar uma mensagem de fé e esperança aos idosos do Lar São Francisco.

Participei como voluntária em várias ações sociais, e confesso que cada uma traz uma imensa gratidão como pessoa. Saber que naquele momento, de alguma forma tocamos e fazemos a diferença na vida das pessoas, é gratificante e nobre. Não se trata somente de ajudar, mas de se colocar no lugar do outro, ser útil, solidário e ainda envolver várias pessoas a abraçar a causa. Envolve amor ao próximo, mesmo que seja através de uma simples mensagem de conforto e carinho.

Devemos dar sempre o nosso melhor em tudo que fizermos. Pesquisar, estudar, se informar, buscar dados, visitar órgãos relacionados aos temas de trabalhos e projetos. O grande diferencial é ter conhecimento para passar informações adiante. Está aberto ao crescimento intelectual. Buscar ajuda e envolver pessoas. Ninguém consegui se sobressair sem ajuda do outro. Relacionar e manter bons contatos faz toda a diferença na nossa vida pessoal e profissional.

Foi um privilégio participar desse projeto e está engajada novamente em uma ação social. Fazer parte de algo sério e honesto para benefício do próximo, nos enche de prazer, de bondade, amor e compaixão para com a felicidade do outro.

terça-feira, 12 de junho de 2018




Neste trabalho, a autora percorre um amplo universo de pensadores fenomenologistas e existencialistas, em contraponto com as principais teorias da Psicologia moderna. Principal livro de Psicologia Fenomenológica do Brasil.
Para comprar, clique na imagem ou aqui.

segunda-feira, 4 de junho de 2018